Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

A declaração de Biden, que citou também aliados americanos, foi divulgada em um comunicado da Casa Branca.Em meio a um aumento das tensões em torno da Ucrânia, o democrata havia falado também com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, por videochamada na última quinta-feira (30). Na ocasião, os dois alertaram para um possível rompimento na relação entre os países em decorrência da escalada de ânimos no leste europeu.

EUA e Rússia passam por um dos momentos de maior tensão da história recente depois que Kiev e Washington acusaram Moscou de planejar um ataque contra a Ucrânia após posicionar dezenas de milhares de soldados próximos à fronteira da ex-república soviética.

A Rússia anexou em 2014 a península da Crimeia, em resposta a uma revolução pró-Ocidente, que derrubou um presidente alinhado ao Kremlin. Os russos também são acusados de apoiar separatistas ucranianos que lutam contra o governo de Kiev no leste do país.

Na videochamada de quinta-feira, Biden voltou a ameaçar a Rússia com sanções econômicas em caso de ataque, o que Putin chamou de “um erro colossal”.

Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

três − 2 =