Um estudo realizado pelo Laboratório de Inteligência Artificial e Macroeconomia Computacional (Labimec) da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) revelou que a campanha eleitoral diminuiu o isolamento social na Paraíba. De acordo com Cássio Besarria, coordenador do  laboratório e professor do Departamento de Economia da UFPB, o início do período eleitoral alterou a mobilidade urbana no Estado.

A alteração já era esperada, já que com à campanha eleitoral, as pessoas tendem a ir mais às ruas para apoiar seus candidatos.

Os menores índices foram registrados com a oficialização de candidaturas, debates políticos e comício.

Conforme a análise, publicada no último dia 5 de novembro, ao relacionarem a mobilidade da população da Paraíba com a eleição municipal na capital paraibana, os pesquisadores da UFPB identificaram que a circulação das pessoas em João Pessoa foi se intensificando na maioria dos setores presentes no estudo (lojas, mercados e farmácias; parques; vias de trânsito; ambientes de trabalho; e residências), entre o início de setembro e o final de outubro.

Esse acompanhamento dos índices de isolamento, realizado pelo laboratório desde o começo da pandemia no estado, considera dados oferecidos por duas ferramentas complementares: o Google e a startup Inloco, que é o sistema de monitoramento utilizado pela Prefeitura de João Pessoa, a partir da localização registrada por meio dos celulares.

“Deve-se lembrar que a pandemia da covid-19 não acabou e que aglomerações e o abandono de políticas de isolamento social pode ser fatal”, alerta o documento do Laboratório de Inteligência Artificial e Macroeconomia Computacional (Labimec) da UFPB.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

10 + 10 =