Uma estudante de medicina foi presa suspeita de ter matado a própria mãe durante uma briga. Anna Leikovic, de 21 anos, teria arrancado o coração da vítima com ela ainda viva. O caso aconteceu na pequena cidade de Comrat, na Moldávia, antiga república soviética.

Após o crime, a jovem teria tomado banho para tirar o sangue e ido normalmente encontrar seu namorado. A polícia local diz que ela é a única suspeita de envolvimento com o crime, mas que “uma investigação completa é necessária para esclarecer o motivo do assassinato”.

O jornal local, Komsomolskaya Pravda, ressalta que Praskovya Leikovic, de 40 anos, ainda teve os pulmões e parte do intestino arrancados após ter sido assassinada. “É difícil de acreditar, mas ela cortou o coração no sentido mais literal da palavra”, disse o veículo.

Segundo o msn, Anna possui mais de 9400 seguidores no Instagram e foi detida no dia seguinte da morte de sua mãe. No tribunal, a jovem chegou a deitar no banco dos réus e ficou limpando as unhas. Ela ainda teria rido quando questionada pelo juíz se teria matado Praskovya.

“Praskovia amava muito sua filha e passava o máximo de tempo que podia com ela. Demorou duas horas para a polícia me dizer que Anna é a principal suspeita. Eu nem conseguia imaginar isso.”, contou o tio da estudante para o jornal. O caso segue sob investigação.

Foto: Reprodução Google.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dois × três =