Um esquema de segurança está sendo planejado pela Polícia Militar para os atos que estão previstos para acontecer no dia 7 de Setembro na Paraíba como policiamento a pé, motorizado, com câmeras e uso de drones. Há eventos marcados como a 27ª edição do Grito dos Excluídos, movimentos sociais e grupos pró-Bolsonaro, nos municípios de João Pessoa, Campina Grande, Patos e Cajazeiras.

De acordo com o comandante da Polícia Militar da Paraíba, coronel Euller Chaves, o comando tem recebido informações sobre os atos previstos para o Dia da Independência. Não haverá os tradicionais desfiles por conta da pandemia de Covid-19 como aconteceu no ano passado.

“Nós estamos fixando horários, estabelecimento policiamento a pé, motorizado, utilização das bases móveis de monitoramento de câmeras e uso de drones”, explicou coronel Euller, em conversa com o ClickPB.

Além disso, o comandante pediu aos participantes das manifestações que se “prevaleça o bom senso e que respeitem o espaço de cada um, que reine a democracia e a defesa das suas ideias e nos ideais que acreditam enquanto cidadãos dentro de um Estado Democrático de Direito”.

Ainda segundo o comandante, a Polícia Militar sempre deve manter o papel de pacificadora e “buscar estabelecer a preservação da ordem pública e que nós possamos, nesse momento de leitura político social diferenciado, a paz reinando”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

14 − dois =