Animais de grande porte soltos em locais ou vias públicas podem causar acidentes de trânsito. Para evitar danos à população, o Centro de Manejo de Animais Apreendidos, administrado pela Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur), recolheu 219 animais, no período de janeiro a maio deste ano. O Centro abriga caprinos, suínos, bovinos e asininos, mas os animais com mais recorrências de apreensões são os equinos e muares.

“Ao serem levados ao Centro de Manejo, os animais são avaliados pelo médico veterinário. Após a avaliação, são vermifugados e vacinados, e acomodados no espaço, que fornece alimentação balanceada até a busca pelo proprietário”, explica o superintendente executivo da Emlur, Igo Morais. O local tem uma capacidade de abrigar 100 animais.

Para reaver o animal apreendido, o proprietário deve pagar uma multa, que varia de R$ 15 a R$ 100, conforme a espécie e o porte do animal. Também é preciso apresentar os seguintes documentos: RG, CPF, comprovante de residência e foto do animal e do proprietário.

Apreensão – Nesse trabalho de apreensão, são utilizados dois caminhões boiadeiros, adequados ao transporte de animais. Os veículos, com capacidade para 10 animais, são dotados de rampa móvel para facilitar a entrada deles. Há uma equipe de trabalho diurna e outra noturna.

A Emlur orienta a população a denunciar quando encontrar animais de grande porte soltos em locais públicos, por meio dos telefones 0800 083 2425, 3214-7628 ou 3214-7660. O Centro de Manejo está localizado no bairro de Mussumago, próximo ao contorno da Praia do Sol.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

4 × três =