Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

O embaixador da União Europeia no Brasil, Ignacio Ybáñez Rubio, usou o seu perfil no Twitter para elogiar o livro lançado por Sergio Moro no fim de novembro. A postagem foi escrita na noite desta segunda-feira (27/12).

Ybáñez reproduziu uma frase escrita por Moro sobre a vigilância dos cidadãos em relação ao trabalho dos políticos e disse que o livro de Moro era “bom”.

“‘Se o cidadão dá as costas para os assuntos públicos e para de se importar se os seus governantes trabalham para o bem comum ou apenas para os seus interesses mais mesquinhos, não há democracia plena’. Bom livro de @SF_Moro”, escreveu Ybáñez, marcando o perfil oficial do ex-juiz no Twitter.

O ex-juiz organizou a turnê de lançamento do livro em diversas capitais após anunciar a intenção de ser candidato à Presidência em 2022. No Rio de Janeiro, artistas protestaram na porta do teatro onde aconteceu o evento.

“Se o cidadão dá as costas para os assuntos públicos e para de se importar se os seus governantes trabalham para o bem comum ou apenas para os seus interesses mais mesquinhos,não há democracia plena”. Bom livro de @SF_Moro pic.twitter.com/IIx2vlrSMW

Moro até usou as vendas do livro para provocar o ex-presidente Lula, que teve uma biografia publicada no mesmo período em que a obra do ex-juiz foi lançada. Lula foi condenado por Moro na Operação Lava Jato e deverá enfrentá-lo na eleição presidencial de 2022.

Conforme mostrou a coluna, o discurso de Lula para a ala social democrata do Parlamento Europeu, em novembro, deixou alguns dirigentes da União Europeia preocupados. Uma frase de Lula sobre fazer ajustes no acordo entre o bloco e o Mercosul causou apreensão entre os defensores do tratado de livre comércio. Outro ponto de tensão se deu com a ausência de propostas para o combate à corrupção.

Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

catorze + 14 =