O primeiro dia de emissão gratuita de passagens intermunicipais para eleitores que votam no interior do estado foi marcado por longas filas no Terminal Rodoviário de João Pessoa. Por volta das 8h desta quarta-feira (26), eleitores alegavam já não ter encontrado passagens disponíveis. O Departamento de Estradas de Rodagem assegurou reforço na frota com ônibus extras.

Lucivânia Araújo, que mora na Capital, mas vota no município de Itaporanga, desistiu de comparecer às urnas após não encontrar passagem gratuita.

“Não tem mais vaga para o sábado. Os dois ônibus estão lotados. Eu não vou mais votar porque não tenho condições de pagar. Disseram que talvez liberasse ônibus extra, mas eu não tenho como esperar aqui porque trabalho”, lamentou.

Tânia Sulino, eleitora do município de Sousa, Sertão paraibano, enfrentou o mesmo problema. Ela chegou à rodoviária às 8h15, levando RG, CPF e título de eleitor. “A gente veio cedo, disseram que tinha passagem, mas agora já encerrou. Dizem que não tem mais passagem”, disse.

O gerente executivo de Transportes do Departamento de Estradas de Rodagem, Fleming Cabral, explicou ao Portal MaisPB que por ser um procedimento novo algumas pessoas apresentam dúvidas, mas que as passagens estão sendo emitidas pelas empresas, no entanto não são permitidas reservas.

Ele prevê um “aumento significativo” de passageiros no terminais, com alta de aproximadamente 50%. “As empresas estão se adequando, todas estão colocando toda a frota, 100% de prontidão para, conforme for preenchendo as vagas, vá colocando ônibus extras”, afirmou Fleming Cabral.

Para garantir a gratuidade, o passageiro deve apresentar o título de eleitor, e-título ou, alternativamente, de qualquer meio idôneo, físico ou eletrônico, que comprove a identidade e o local de votação; e para sair do município onde tem domicílio eleitoral, o passageiro deve apresentar comprovante de votação e a prévia utilização da gratuidade para o trecho de ida (esse comprovante será dispensado caso seja feita a emissão concomitante dos bilhetes de ida e volta, dentro dos horários e data estabelecidos).

Caso o passageiro retire o bilhete e não compareça no horário marcado, perderá o direito de usufruir da gratuidade da passagem.

MaisPB

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

três × 3 =