O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou neste domingo que 923 urnas já tiveram que ser substituídas em todo o País. Até o momento, segundo o TSE, não há registros de necessidade de voto manual. O segundo boletim do órgão do primeiro turno das eleições municipais de 2020 foi divulgado às 12h. Os dados, no entanto, foram atualizados até às 11h01.

Segundo os números, São Paulo foi o Estado com o maior número de urnas substituídas, com 160 até a atualização das informações. Em seguida está o Rio de Janeiro, que teve 142 urnas trocadas, e o Rio Grande do Sul, com 114. A substituição de urnas está prevista nos procedimentos do Tribunal para assegurar a continuidade das votações. No total, o País tem 51.997 urnas de contingência para essas situações.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

quinze + catorze =