Neste sábado (12) por volta das 8h o miliciano Wellington da Silva Braga, o Ecko, foi morto durante uma ação da Polícia Civil do Rio de Janeiro. Atualmente Ecko era chefe da maior milícia carioca em atividade e era considerado o criminoso mais procurado do estado do Rio de Janeiro.

Ele estava visitando a mulher e os filhos na Comunidade das Três Pontes, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, quando foi baleado e chegou ao hospital sem vida. O miliciano, que nunca foi policial, transformou-se no homem mais procurado do país desde que assumiu e expandiu os negócios de seu irmão, Carlos Alexandre da Silva Braga, o Carlinhos Três Pontes, morto em um confronto também com a Polícia Civil, em abril de 2017.

Sua quadrilha, o Bonde do Ecko, domina boa parte da Zona Oeste e algumas regiões da Baixada Fluminense. Os paramilitares sob sua chefia extorquem dinheiro de moradores e comerciantes, a fim de oferecer uma pretensa segurança, e exploram diversas atividades — como o sinal clandestino de internet e TV, monopólio da venda de água e gás e o transporte por vans.

O governador Cláudio Castro (PL), nas redes sociais, parabenizou a equipe. “Hoje é um dia importante. Demos um golpe duro nas facções criminosas do Estado. Parabéns, Polícia Civil, pela operação cirúrgica e sigilosa que capturou o Ecko, miliciano mais procurado do Brasil”, escreveu.

A Operação Dia dos Namorados começou no fim da tarde de quinta-feira (10), quando a Subscretaria de Inteligência obteve informações de que Ecko visitaria a família neste 12 de junho. O delegado Rodrigo Oliveira convocou quatro agentes para a primeira reunião, ainda na quinta, e somente 21 policiais foram para Paciência neste sábado.

Ecko chegou à casa da esposa por volta das 4h. Horas depois, a residência foi cercada pela força-tarefa. O miliciano percebeu a presença da polícia e tentou fugir pelos fundos, mas outra equipe o interceptou, o que deu início a um tiroteio.

O criminoso foi baleado num quarto. Socorrido pelos policiais, foi levado de helicóptero para o Miguel Couto, aonde chegou morto. Com Ecko, havia um fuzil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

17 + cinco =