O bilhete escrito por um menino de 5 anos na tentativa de “fugir” da aula, que viralizou nas redes sociais em agosto de 2018, e se tornou um dos memes mais buscados do ano, também ficou marcado na pele da mãe dele, que decidiu tatuar no braço a frase do famoso bilhete que mudou a vida da família de Bocaina (SP).

Gabriel Lucca, hoje com 7 anos, escreveu o recado na tentativa de ficar em casa para ver televisão ao invés de ir à escola. No bilhete, assinado em nome da Tia Paulinha, a professora Paula Renata Robardelli, ele escreveu que não haveria aula porque poderia ser feriado. E no fim o recado importante: “É verdade esse bilete”.

De acordo com o menino, em entrevista ao Encontro da Fátima Bernardes nesta quarta-feira (2), a repercussão do meme mudou a vida dele, que revelou que escreve bilhetes até hoje.

“Meus amigos me viam na internet e na televisão o tempo todo. Toda vez que as pessoas me vêem na rua falam: ‘olha, o menino do bilete’. E eu adoro esse apelido”, conta o menino.

Um dos primeiros que escreveu para a mãe, Geovana Santos, com o recado “Mamãe, te amo. Beijo. Assinado Gabriel” virou até tatuagem, assim como o maior sucesso do garoto.

Geovana tatuou um dos bilhetes que recebeu do Gabriel em Bocaina — Foto: Arquivo pessoal

“Sempre adorei os bilhetinhos que o Gabriel fazia para mim e esse foi um dos primeiros. Eu tenho o maior sucesso tatuado também”, conta a mãe.

“Eu acho incrível que minha mãe tem meus bilhetinhos tatuados”, admite Gabriel.

Gabriel ficou famoso na web com postagem do ‘bilete’ que escreveu tentando se passar pela professora — Foto: Marcelo Risso / TV TEM

O recado viralizou depois que a professora de Gabriel fez um post com a história. Em poucos dias, várias “versões” do famoso bilhete repercutiram nas redes sociais. Foram centenas de diferentes mensagens que traziam no final o recado: “é verdade esse bilete”.

Até o canal Netflix publicou um “bilhetinho” com a mesma ideia do Gabriel, mas deixou claro que o bilhete não era real e entrou na brincadeira.

Repercussão positiva

A professora conta que foi uma surpresa ver que o pequeno Gabriel já estava escrevendo tão bem e que ele soube escrever e interpretar aquele texto como um formato de bilhete, diante das formas textuais trabalhadas em sala de aula.

Segundo a mãe e a professora o Gabriel adora a escola, só queria mesmo ficar um dia em casa para ver desenho — Foto: Marcelo Risso / TV TEM

O bilhete inclusive virou lição na sala de aula, inclusive para consertar a parte errada do bilhete, que traz a palavra “bilete” sem o H.

Em casa também teve aprendizado. A mãe de Gabriel conta que apesar de ter sido claramente uma brincadeira do filho, a mentira foi repreendida e que, em nenhum momento, incentiva este tipo de comportamento. Ela chegou a postar um desabafo nas redes sociais após receber críticas.

Ela acredita também que a maioria das pessoas compreenderam a brincadeira inocente do filho e por isso a repercussão tem sido tão positiva que inclusive chamou a atenção do time do coração do Gabriel, o São Paulo.

Depois de ser convidado para conhecer o Morumbi e assistir a um jogo do time de camarote, o menino recebeu um bilhete para lá de especial de um dos jogadores preferidos, o atacante Nenê.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

8 + 5 =