Everardo Maciel, ex-secretário da Receita Federal, fez uma análise da nova proposta de reforma tributária apresentada pelo governo federal ao Congresso na semana passada e concluiu: “pior impossível”. Everardo conhece bem as instituições públicas, já ocupou por quatro vezes a secretaria executiva de ministérios, além da Secretaria de Fazenda do DF.

Ele avalia que vai haver uma elevação na carga tributária de quase todas as empresas, especialmente as de porte médio, e de muitas pessoas físicas, aumenta a complexidade, estimula a litigiosidade, afugenta investidores estrangeiros, induz ao aumento do endividamento das empresas, desorganiza todo o sistema empresarial brasileiro e inviabiliza setores, como o imobiliário e o de prestação de serviços.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

11 + 10 =