Dois passageiros teriam forçado a abertura da porta da cabine em um voo da Delta que estava prestes a decolar do Aeroporto LaGuardia, em Nova York, e fugiram por um escorregador de emergência, disse a companhia aérea. Os passageiros, cujas identidades não foram reveladas, estavam em um voo com destino a Atlanta na segunda-feira, 21 de dezembro, quando abriram a porta da cabine da aeronave.

Segundo jornal Independent, o avião do modelo Airbus A321 estava taxiando no momento em que os dois saltaram pela escorregadeira de emergência, obrigando os pilotos a avisarem à Polícia e levarem a aeronave de volta ao portão de embarque, disse o comunicado.

Ainda não está claro o que causou a saída precipitada dos dois e nem como eles conseguiram abrir a porta. O departamento de polícia da Autoridade Portuária de Nova York, que opera o aeroporto e que levou os passageiros para averiguação, não respondeu imediatamente a um pedido de comentário do The New York Times.

O New York Times, citando outro passageiro do voo, identificou a dupla como um casal com um cão de serviço que trocou de assento várias vezes antes da decolagem. O passageiro, Brian Plummer, disse que o homem se levantou quando a aeronave começou a se mover e ignorou a ordem de um comissário de bordo para se sentar.

Plummer disse ao Times que não viu o homem abrir a porta da cabine, mas a tripulação alertou os passageiros depois que o avião parou abruptamente.

As equipes de manutenção avaliaram o avião, e ele voltou ao serviço na própria segunda-feira. Outros passageiros foram colocados em voos alternativos, disse a companhia aérea.

Esse caso é novidade até para quem acompanha a aviação há anos. Vamos manter em monitoramento para entender o que houve de fato nesse episódio um tanto quando inesperado.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

20 + treze =