Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

A deputada federal Carla Zambelli elaborou um ofício pedindo a suspensão da vacinação infantil contra a covid-19 no Brasil por receber informações que “dezenas de crianças estão sofrendo reações adversas em decorrência do recebimento de doses de imunizante contra o agente patológico causador da doença do coronavírus”. O trecho é em referência ao escândalo de vacinas destinadas a adultos que foram aplicadas em crianças de Lucena.

O documento assinado pela parlamentar na última segunda-feira (17) é endereçado ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e ao diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antonio Barra Torres. No pedido, ela afirma que o fato demonstra a falta de coordenação na imunização de crianças em território brasileiro, colocando “em risco a sua integridade física”.

“Além disso, importante observar que os adolescentes têm sido vacinados com a versão adulta do imunizante, sendo certo que, ante as peculiaridades de cada indivíduo, há uma tênue linha de desenvolvimento entre crianças da faixa etária máxima e adolescentes da faixa mínima, de modo que há elementos que permitem deduzir a existência de potencial risco à integridade física também de adolescentes em decorrência da campanha de imunização”, disse a deputada.

Carla pede que cópias do ofício também sejam encaminhadas à Secretaria de Saúde da Paraíba, Secretaria de Saúde de Lucena e ao Ministério Público Federal (MPF).

Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

2 × um =