Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

O ex-procurador da Lava Jato e pré-candidato à Câmara dos Deputados Deltan Dallagnol afirmou ter recebido, até o momento, R$ 130 mil de apoiadores para pagar indenização imposta pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Nesta terça-feira (22), Dallagnol foi condenado a pagar R$ 75 mil – com correções e juros – ao ex-presidente Lula no caso que ficou conhecido como “powerPoint.

Lula pediu indenização por uma entrevista, concedida em setembro de 2016, na qual Deltan apresentou um PowerPoint que apontava Lula como líder de uma organização criminosa e disse que o petista era o “comandante máximo do esquema de corrupção” e “maestro da organização criminosa”.

“Em menos de 24h, brasileiros depositaram espontaneamente na minha conta mais de R$ 130 MIL porque estão indignados com a injustiça da condenação que sofri no STJ para indenizar Lula. Não tenho palavras para o carinho, a solidariedade e o senso de justiça desse gesto”, disse em trecho da publicação.

Com correção, o valor a ser pago para Lula se aproxima de R$ 200 mil. Dallagnol afirmou que as ajudas que chegam são doações que variam de R$ 1 a R$ 1 mil.

A decisão ainda cabe recurso e Dallagnol afirmou que as doações feitas servem de inspiração para que ele tente derrubar a decisão do STJ.

“Meu compromisso com os brasileiros é este: vou lutar com todas as minhas forças pra derrubar essa decisão injusta e, se conseguir, todo o dinheiro depositado será doado para hospitais filantrópicos para o tratamento de crianças com câncer e portadoras de autismo”, disse o ex-procurador da Lava Jato.

 

O Tempo

Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

9 − seis =