Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

Os delegados da Polícia Civil da Paraíba aprovaram por unanimidade, na manhã desta quinta-feira (13), a proposta do governador João Azevêdo de incorporação de 100% da Bolsa Desempenho no período de 48 meses. O acordo também prevê 10% de aumento salarial para o ativo e inativo e 24% de aumento no Auxílio-Alimentação, além da criação de uma comissão para tratar do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR).

O delegado Steferson, presidente da Associação de Defesa das Prerrogativas dos Delegados de Polícia Civil da Paraíba (Adepdel), considerou que as propostas apresentadas pelo Governo do Estado são avanços históricos para a categoria.

“Diante desse avanço significativo que o ativo e o inativo tiveram na Bolsa Desempenho e a possibilidade de avançar na discussão de um sonho que a Polícia Civil tem, que é o PCCR, a categoria achou por bem manter o diálogo e a negociação aberta. O governador não fechou portas. Pelo contrário, vai criar um canal de diálogo sobre algo muito importante, que é o PCCR”, disse.

Ontem (12), a Associação dos Policiais Civis de Carreira da Paraíba (Aspol), a Associação dos Servidores da Polícia Científica do Estado da Paraíba (Aspocep) e o Sindicato dos Peritos Oficiais do Estado (Sindperitos) também aprovaram a mesma proposta. A única negociação pendente é com a Polícia Militar, que segue indefinida.

Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

12 − oito =