O governador João Azevêdo (Cidadania) adiantou alguns pontos do novo decreto que deverá ser publicado ainda nesta terça-feira (9). De acordo com Azevêdo, em entrevista a um programa jornalístico local, a fiscalização do uso de máscaras vai ser intensificada com possibilidade de pagamento de multa por parte dos cidadãos e estabelecimentos.

Azevêdo destacou que a medida é defendida pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde, e que durante uma reunião nesta segunda-feira (8), definiu-se que as medidas sejam uniformes para todo o país. “Cada estado dentro das suas peculiaridades pode acrescer ou reduzir alguma medida, mas as medidas sugeridas indicam que a exigência, fiscalização e multa do cidadão que estiver em área pública sem utilização de máscara, bem como dentro de estabelecimentos, [neste caso] será multado o estabelecimento”, destacou.

O governador apontou que esta é uma necessidade real. “A máscara funciona e protege, não só quem está usando, mas também o próximo. É uma obrigação a utilização e vamos cobrar e aumentar a fiscalização. Estamos estabelecendo isso no decreto”, completou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

catorze − doze =