O apresentador José Luiz Datena, que se filiou ao PSL de São Paulo em julho, deve anunciar oficialmente sua candidatura à Presidência da República ainda neste mês. Em entrevista ao site O Antagonista, o jornalista disse que vê com bons olhos a provável fusão entre seu partido e o Democratas.

O apresentador José Luiz Datena, que se filiou ao PSL de São Paulo em julho, deve anunciar oficialmente sua candidatura à Presidência da República ainda neste mês. Em entrevista ao site O Antagonista, o jornalista disse que vê com bons olhos a provável fusão entre seu partido e o Democratas.

– Seria uma ótima fusão: são dois grandes partidos e a decisão viria em um momento certo – disse Datena.

Nos bastidores, ambos os partidos já dão como definido, caso venham a se juntar em uma única legenda, que não irão apoiar a reeleição de Jair Bolsonaro.

Isto porque o PSL aposta as fichas em Datena, e do lado do DEM estão os nomes de Luiz Henrique Mandetta, ex-ministro da Saúde, e do presidente do Senado Rodrigo Pacheco. No entanto, Pacheco também tem conversado com o PSD, o que pode tornar Mandetta a única opção do DEM.

De qualquer maneira, Datena avalia como positivos os nomes dos dois democratas em uma eventual chapa presidencial encabeçada por ele.

– Os dois seriam ótimos candidatos. Pacheco ou Mandetta me ajudaria muito como vice – disse, afastando a possibilidade de abrir mão da cabeça de chapa em favor de um dos dois aliados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dezesseis − 9 =