Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

No Brasil Urgente, da BandJosé Luiz Datena revelou sua preocupação por conta de uma previsão feita por uma vidente sobre sua morte. O alerta feito pela profissional envolve o apresentador como vítima de um atentado.

 

“O que eu estou preocupado, agora, que a vidente acertou já pela metade. O Palumbo [vereador de São Paulo] foi numa vidente que disse que querem matar ele e eu. Ela já acertou 50%, então, mais 50% deve para chegar”, sugeriu.

O desespero do comunicador ficou apenas nas palavras. “Na verdade ela mandou uma mensagem para mim pelo Instagram falando para você tomar cuidado e eu também, porque sofreríamos um atentado. A gente escuta, a gente respeita, mas acredito em Deus”, afirmou.

 

Datena aproveitou o momento e abriu o jogo sobre a sua visão dentro do assunto: “Eu tenho medo de viver. Quer matar, pode matar. Eu saio daqui todo dia às 19h30. Acho que quem ameaça não mata, mas quem quer matar? Pode matar. Eu morro rindo, ciente que eu cumpri minha obrigação aqui na Terra”.

Datena sugere desistência da eleição

Por meio de um vídeo divulgado no Facebook, Datena sugeriu o fim da sua busca por uma vaga no Senado. “Meus amigos e minhas amigas. Eu continuo liderando todas as pesquisas de intenção de voto para o Senado de São Paulo. Significa que hoje o povo de São Paulo me elegeria o seu senador”, disse.

 

“Mas a política e alguns políticos continuam me rejeitando. Por isso, de verdade, eu prefiro continuar representando o povo onde sempre representei. Muito obrigado pelo carinho de todos vocês”, agradeceu.

Datena alardeou em seguida: “Afinal, vocês continuam me dando coragem para seguir em frente. Obrigado mais uma vez. E exatamente pela sua confiança, povo de São Paulo, que eu reafirmo a minha pré-candidatura ao Senado. Ao lado de Tarcísio [de Freitas], que será eleito governador”.

 

“Nós seremos eleitos juntos com uma votação que você vai nos dar, vai ser fantástica”, surpreendeu. Segundo o apresentador, o recado foi dado para “pretensos aliados do presidente que parecem estar fazendo campanha para o adversário ou para os adversários”.

rd1

Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dois × cinco =