A CPI da Covid enviou um ofício à Polícia Federal para pedir proteção ao deputado Luis Miranda (DEM-DF) e ao irmão dele, o servidor do Ministério da Saúde Luís Ricardo Miranda – que diz ter recebido pressões no governo para desembaraçar a compra da vacina Covaxin.

Luis Ricardo deve comparece ao prédio do Senado na tarde desta sexta-feira (24), acompanhado do irmão, para prestar depoimento sobre essas acusações. Segundo o presidente da CPI, senador Omar Aziz (PSD-AM), a comissão recebeu relatos de ameaças à dupla.

“A Polícia Federal foi oficiada para providenciar segurança aos depoentes da reunião a ser realizada amanhã [sexta] e a seus familiares, diante das ameaças relatadas a essa Comissão Parlamentar de Inquérito. Reitero à Polícia Federal a necessidade de cumprimento desse pleito, que não só garante a integridade física dos depoentes, mas assegura o bom andamento das investigações conduzidas por esse colegiado”, declarou Aziz.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dezessete + nove =