O contador Daniel Medeiros, que foi preso por engano ao ter documentos clonados, foi solto neste sábado (29) após 13 dias encarcerado. Um assaltante de bancos na Bahia usou os dados de documentos do paraibano e, com isso, gerou um mandado de prisão contra o homem inocente.

Daniel foi recebido, hoje, pela esposa e os dois filhos, além do bebê que a companheira dele espera, novidade revelada ao pai nesta semana.

Livre, Daniel pode se reunir com a família para comemorar o aniversário da mãe em João Pessoa, como estava planejado para ser feito no dia em que ele foi detido.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

14 + 5 =