O aumento do combustível mais recente foi anunciado pela Petrobras na última quinta-feira (20), e foi de 6% de reajuste no preço da gasolina e 5% no preço do óleo diesel. São aumentos recentes, já de uma sequência que vem de meses, mexendo no bolso de muita gente.

De acordo com o PROCON, no dia 8 de julho, o litro da gasolina estava custando em média R$ 3,69. No dia 21 do mesmo mês, baixou para R$ 3,57. Já no dia 14 de agosto passou a custar R$ 3,93 e agora a média nos postos de João Pessoa é de R$ 4,09.

Essa sequência deve continuar, segundo a economia mista, que analisa uma busca de compensação pelo mercado de combustíveis.

Economistas orientam que alguns comportamentos podem ajudar a controlar a despesa com combustível e uma delas é aproveitar a tecnologia. Aplicativos de pontos de fidelidade podem gerar algum tipo de economia para o consumidor.

Outra recomendação também é sempre abastecer em postos de rede com notas de segurança, para que ele aquele cliente tenha acesso a um combustível de qualidade.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

três × cinco =