Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

A Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 4367/2020 que vai garantir de modo excepcional o pagamento em dobro do 13° salário aos segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Será liberado até dois salários mínimos que serão pagos em parcelas no mês de março de 2022 e 2023. Serão beneficiados os aposentados, pensionistas e beneficiários da Previdência Social.

O autor do projeto é o deputado Pompeo de Mattos (PDT-RS), tendo como relator o deputado Fábio Mitidieri ((PSD-SE) que recomendou que o texto seja aprovado.

No entanto, o governo não quer que esse pagamento extra seja aprovado, isso porque, segundo análise, causaria um impacto de R$ 42,15 bilhões em 2021.

A proposta tramita em caráter conclusivo e ainda será analisada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ). Sendo aprovada seguirá para o Senado Federal.

14° salário deverá ajudar os beneficiários do INSS que sofreram com a pandemia do novo coronavírus. E que também ficaram sem uma renda extra no final do ano devido a antecipação do 13° salário em 2020 e 2021. O projeto vem ganhando força no Congresso Nacional, o que poderá finalmente liberar o pagamento.

Muitos aposentados e pensionistas são responsáveis por ajudar nas despesas do lar, além de ter que comprar remédios, pagar consultas médicas.

Reajuste nos valores do INSS em 2022

Os valores dos benefícios do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) vão ser reajustados a partir de janeiro de 2022, isso devido ao aumento do salário mínimo, que deverá subir de R$ 1.100 para R$ 1.210,44. Apesar de não haver ganho real, esse será o maior aumento dos últimos seis anos.

Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

cinco × um =