Circulou nas redes sociais nesta quinta-feira (22) um vídeo onde Roberto Jefferson, presidente do PTB e ex-deputado federal, aparece com duas armas em punho atacando o embaixador chinês e se colocando como “parte da resistência e da última trincheira da liberdade”.

Sua fala é repleta de clichês e que não condizem com a realidade atual do país. Ele reitera o discurso bolsonarista, que tem a China como alvo preferencial para ataques e críticas. Jefferson foi o pivô do escândalo do mensalão no governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (2003/2010).

O ex-deputado critica o comunismo, além de xingar o embaixador chinês, chamando de “chinês malandro” e “macaco”, afirmando que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) “tem que mandá-lo embora”.

“Só por cima do nosso cadáver é que vão implantar aqui um regime ateu-marxista-comunista, onde um palhaço, macaco dá ordens às pessoas”, declara o político, em tom ameaçador.

Assista:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

3 × 2 =