Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

Em uma carta aberta divulgada neste sábado (6), 21 cientistas brasileiros renunciaram à Ordem Nacional do Mérito Científico, com a qual haviam sido condecorados nesta semana.

O gesto veio depois que o presidente Jair Bolsonaro retirou da lista de homenageados um cientista, Marcus Vinícius Guimarães de Lacerda, da Fiocruz, que era contrário ao uso da cloroquina para Covid. A pesquisadora Adele Benzaken, atual diretora da Fiocruz Amazônia, também foi retirada da lista de condecorados.

“Enquanto cientistas, não compactuamos com a forma pela qual o negacionismo em geral, as perseguições a colegas cientistas e os recentes cortes nos orçamentos federais para a ciência e tecnologia têm sido utilizados como ferramentas para fazer retroceder os importantes progressos alcançados pela comunidade cientifica brasileira nas últimas décadas”, dizem os pesquisadores.

Os pesquisadores dizem, ainda, que consideram “gratificante” sua presença na lista.

“Entretanto, a homenagem oferecida por um Governo Federal que não apenas ignora a ciência, mas ativamente boicota as recomendações da epidemiologia e da saúde coletiva, não é condizente com nossas trajetórias científicas”, salientam.

Entre os cientistas que assinam a carta está o epidemiologista Cesar Victora, da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), que já havia renunciado à homenagem na sexta (5).

Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

catorze − nove =