SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Chico Buarque entrou com recuso para aumentar o valor da indenização que Alexandre Frota foi condenado a pagar por afirmar, em 2017 no Twitter, que o cantor e compositor teria se beneficiado de verba desviada da Lei Rouanet. A Justiça do Rio havia determinado que o deputado tucano pagasse R$ 50 mil para o artista por danos morais –valor, inclusive, que foi depositado por Frota em juízo no dia 10 de maio.

O advogado João Tancredo, que representa Chico Buarque, disse que eles decidiram entrar com o recurso porque a ação de Frota foi “gravíssima” e também para que o deputado seja obrigado a fazer uma retratação pública em suas redes sociais e em jornais de grande circulação.

O pedido inicial de indenização feito pelo cantor e compositor era de R$ 100 mil, valor que os advogados do cantor avaliam que é o mais adequado no caso. Procurada, a assessoria jurídica de Frota afirmou que o deputado cumpriu a decisão judicial ao fazer o pagamento do valor determinado pela Justiça do Rio. Sobre o recurso, disse que eles ainda não foram notificados sobre o assunto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

doze − um =