Ruan Ferreira de Oliveira, mais conhecido como Ruan Macário, confessou ter ingerido bebida alcoólica antes do acidente que matou o motoboy Kelton Marques, em João Pessoa. A confissão dele aconteceu nesta quinta-feira (24) durante audiência de instrução do caso. O crime aconteceu na madrugada de 11 de setembro de 2021, no Retão de Manaira.

De acordo com informações da acusação, a fase de reunir provas para o julgamento foi concluída. Agora, a parte aguarda uma sentença da Justiça que irá decidir se Ruan vai à juri popular.

Durante a audiência, a defesa de Ruan Macário pediu para a Justiça desclassificar o crime de homicídio doloso para culposo, quando não há intenção de matar. O pedido leva em consideração a alegação de Ruan, que disse que estava usando remédio psicotrópico e ingeriu bebida alcoólica antes do acidente. Segundo ele, essa combinação o fez perder a consciência após o atropelamento e foi um dos motivos que o levou a fugir.

O acusado está detido no presídio da cidade de Catolé do Rocha, no Sertão paraibano. Por isso, a audiência aconteceu de maneira virtual.

Na ocasião, a Justiça ouviu as testemunhas de acusação do caso, em João Pessoa. Entre os intimados está Kamila Marques, irmã de Kelton.

.

Foto: Anne Gomes/RTC

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

17 − 11 =