Justiça da Paraíba realizará nesta quinta-feira (24) a audiência de instrução de Ruan Ferreira de Oliveira, acusado de atropelar e matar o motoboy Kelton MarquesO crime aconteceu na madrugada de 11 de setembro de 2021, na Avenida Governador Flávio Ribeiro Coutinho, o Retão de Manaíra, em João Pessoa.

Por decisão da juíza Francilucy Rejane de Sousa, Ruan e as testemunhas de defesa dele serão ouvidos de forma virtual, a partir das 9h. O acusado está detido no presídio da cidade de Catolé do Rocha, no Sertão da Paraíba, a 400 km da capital paraibana.

A Justiça ouvirá as testemunhas de acusação do caso em João Pessoa, de forma presencial. Entre os intimados está Kamila Marques, irmã de Kelton.

A expectativa 

Jailson de Souza, pai do motoboy, falou sobre o que espera da audiência. “Não quero nada mais do que a justiça e que ele seja levado a júri popular”, disse ao Portal T5.

Ruan está preso há três meses, desde o dia em que se apresentou na Delegacia de Catolé do Rocha. No local, foi cumprido o mandado de prisão preventiva contra ele, que foi encaminhado ao presídio de Catolé do Rocha. Ruan se apresentou à polícia acompanhado do advogado, no dia 29 de julho. Ele passou 10 meses foragido após o crime.

No dia da prisão, Ruan foi interrogado pelo delegado Miroslav Alencar, mas preferiu ficar em silêncio.

Kelton morreu após ser atingido por um carro em alta velocidade, na madrugada do dia 11 de setembro de 2021, no Retão de Manaíra. Ruan Macário é acusado de dirigir o veículo.

Ruan passou 10 meses foragido da Justiça. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dezenove + dez =