Aproximadamente 70 doses de vacina contra a Covid-19 foram roubadas na manhã deste domingo (31), em Campina Grande. O material estava no carro de uma enfermeira que também foi levado. O veículo e as vacinas foram encontrados pouco depois.

O delegado Felipe Castelar, responsável pelo caso, informou que as vacinas sobraram após a imunização dos trabalhadores do Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande e estavam sendo levadas de volta à Secretaria de Saúde do Município.

Na porta de saída do hospital, a enfermeira foi abordada por dois desconhecidos que se aproximaram em uma moto, a ameaçaram com uma arma e levaram o veículo com o freezer portátil dentro.

O veículo foi encontrado abandonado em Puxinanã, com as vacinas intactas. De acordo com o delegado, os suspeitos não sabiam que havia vacinas dentro do carro e que não puderam ir longe porque estavam sem a chave do veículo.

Segundo o delegado, as vacinas estão acondicionadas corretamente e não houve prejuízo, nesse sentido. Os objetos pessoais da proprietária do carro foram levados e os suspeitos são procurados.

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde, afirmou que a servidora é também integrante do Comitê Municipal de Imunização e, portanto, tem prerrogativa para transportar e manusear as vacinas. Um boletim de ocorrência foi registrado na Central de Polícia e a Polícia Civil vai investigar o caso. A Secretaria Municipal de Saúde também vai apurar internamente as circunstâncias do fato.

Leia a nota completa:

A Secretaria Municipal de Saúde de Campina Grande esclarece sobre o episódio ocorrido neste domingo, 31, em que doses da vacina da Covid-19 foram levadas por bandidos durante o roubo de um carro.

O roubo aconteceu após a realização da vacinação de funcionários do Hospital de Trauma. Os assaltantes roubaram o carro e, com isso, acabaram levando as vacinas que estavam no veículo.

Ainda na manhã deste domingo, a Polícia Militar localizou o carro e todas as doses estavam intactas no compartimento da mala. A equipe da Secretaria avaliou o acondicionamento das vacinas, que estavam na temperatura certa e foram recuperadas.

As 70 doses estavam em posse da Gerente de Atenção Básica da Secretaria Municipal de Saúde, enfermeira efetiva do município e vacinadora da rede. A servidora é também integrante do Comitê Municipal de Imunização e, portanto, tem prerrogativa para transportar e manusear as vacinas.

Um boletim de ocorrência foi registrado na Central de Polícia e a Polícia Civil vai investigar o caso. A Secretaria Municipal de Saúde também vai apurar internamente as circunstâncias do fato.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

treze + 6 =