Sem o contrato renovado com o SBT pela primeira vez em 14 anos de casa, Carlos Nascimento agradeceu nominalmente a Silvio Santos pelo período em que esteve no SBT. O jornalista lembrou que teve todo o apoio e a estrutura da emissora a sua disposição para tratar um câncer agressivo.

Em nota, o jornalista disse:

“Aos amigos, colegas e companheiros do SBT

Conforme já sabem o meu contrato não foi renovado e tudo que tenho a dizer a vocês é muito, muito obrigado.

Especialmente no período agudo da minha doença fui tratado por esta empresa e seus funcionários com amor, carinho, zelo e atenção. Eu e minha família jamais esqueceremos.

Quero dirigir um agradecimento especial ao Silvio Santos, à família Abravanel, aos diretores do SBT e à equipe do Jornalismo, conduzida por dois grandes amigos, Marcelo Parada e José Occhiuso. Vocês todos, hoje e sempre, vivem em nossos corações. Permitam-me repetir :

Muito, muito obrigado !

Rosi, João Eduardo e Carlos Nascimento”

AS PERDAS DO SBT

 A saída de Carlos Nascimento do SBT, anunciada nesta segunda-feira (14), é a sexta perda que a emissora sofre neste ano, sem incluir o elenco da novela “As Aventuras de Poliana”, de onde mais de 20 atores não tiveram seus contratos renovados, Mamma Bruschetta, Leão Lobo e Lívia Andrade.

Há pouco mais de um mês, o SBT encerrou o Conexão Repórter e viu Roberto Cabrini partir para a Record. Maisa Silva se despediu pouco depois, em busca de novos rumos, o que gerou ainda a saída de Oscar Filho, que ficou sem espaço.

Em setembro, o contrato de Rachel Sheherazade tampouco foi renovado.

A direção do SBT também eximiu Silvia Abravanel de retomar o Bom Dia & Cia., que se manteve com a mesma audiência após a ausência da apresentadora naquele início da pandemia, quando todos foram dispensados de gravar presencialmente.

Embora Nascimento estivesse de licença desde março, por pertencer ao grupo de risco da Covid-19, sua presença no cast do SBT ainda assegurava alguma relevância ao jornalismo da emissora, que no passado apostou em nomes como Boris Casoy, Lillian Witte Fibe, Mônica Waldvogel e Ana Paula Padrão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

treze − treze =