A humorista Gorete Milagres rebateu seu ex-colega de trabalho, Carlos Alberto de Nóbrega, após o comandante do “A Praça É Nossa” afirmar que ela foi a “pior” pessoa com quem ele já trabalhou.

Em entrevista para o canal do YouTube de Rafinha Bastos, Carlos Alberto disse que era difícil trabalhar com Gorete Milagres, conhecida pela personagem Dona Filó, e o humorista revelou alguns detalhes de bastidores da sua relação com a atriz.

 

O apresentador relatou um episódio que ele alega “nunca” ter tornado público, que aconteceu quando Gorete iria integrar o elenco dos “Trapalhões” na Globo, só que, posteriormente, Silvio Santos, dono do SBT, fez uma proposta para a atriz não migrar para a emissora carioca, e ela teria imposto como uma das condições para aceitar a proposta não fazer parte do elenco de “A Praça É Nossa”, fato que o deixou profundamente chateado.

“Eu fiquei mil vezes mais chateado com o Silvio do que com ela, porque se ela não tem a responsabilidade, a humildade, o Silvio tem. Então o Silvio deixar foi muito pior do que ela pedir”, contou.

“Meu filho disse que ela pediu desculpas, disse que não é nada disso, eu disse ‘filho, depois que eu morrer, se você quiser você põe, mas comigo vivo nunca mais ela senta naquele banco’. Não é que eu tenha raiva dela, eu não quero trabalhar com ela. Quero que ela seja feliz, quem não erra na vida? Mas não vai errar a segunda, senão eu sou burro”, afirmou.

Com a repercussão da polêmica entrevista, Gorete Milagres se manifestou com um textão no Instagram em que rebate Carlos Alberto de Nóbrega, o acusa de sair falando mal dela em programas sensacionalistas, salienta nunca ter brigado com o famoso e afirma que ele “odeia” ela. “Não sei de onde ele tira tanta raiva [de mim]”, pontuou.

“Eu nunca coloquei em contrato que não queria voltar pra ‘Praça’ e isto eu posso provar. Das duas vezes que ia pra Globo, voltei pra ‘Praça’ e fui muito bem recebida por ele. Depois da história da Globo, o recebi na minha casa assim como fui em festas na casa dele. Ele foi no meu aniversário de 40 anos, passou a noite conversando com o meu pai e daí três dias me demitiu. Mesmo depois da demissão mantemos uma relação cordial, eu ia gravar com Silvio e ia vê-lo! Mesmo ele falando mal de mim nos programas sensacionalistas, ganhei um prêmio e ele esteva presente e dediquei a ele”, revelou Gorete.

Segundo Milagres, sua saída da “Praça” foi uma decisão do próprio Silvio Santos “por uma questão de marketing”. Ainda, ela diz que “nunca” foi “inimiga” de Moacir Franco, e que foi decisão do dono do SBT deixá-la no comando de um programa e colocá-lo em outro.

“Em 2016 eu e Moacir gravamos um piloto no SBT, este senhor a que eu tenho gratidão e respeito ficou bravo, tive que gravar com seguranças. O piloto não foi aprovado, na sequência o Moacir foi demitido da Praça. Recentemente o Marcelo de Nóbrega me chamou pra ‘Praça’ e eu perguntei se o pai dele concordava pois de 6 em 6 meses ele fala mal de mim. Eu disse ao Marcelo que voltaria se o pai concordasse e fiz isto numa tentativa de fazer este homem parar de me odiar simplesmente porque o Silvio foi na minha casa, porque o Silvio me valorizou e também por eu ter sido uma mulher campeã de audiência?”, completou ela, dizendo ter “gratidão” por Carlos Alberto.

Goreta - Reprodução - Reprodução

Gorete Milagres rebateu Carlos Alberto de Nóbrega

Imagem: Reprodução

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dezessete − treze =