O ‘Dia D’ da Campanha de Vacinação Antirrábica para cães e gatos foi realizado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), em 158 pontos da Capital neste sábado (24), até 17h, com boa procura da população. Mas a campanha ainda não terminou, ela seguirá até o dia 28 de outubro.

Quem não conseguiu ir a um dos pontos de vacinação disponíveis neste ‘Dia D’, poderá levar seu animal para imunizar ao longo da semana no posto fixo instalado no Centro de Zoonoses, localizado na Rua Walfredo Macedo Brandão, nº 100, Bancários. O atendimento acontece das 8h às 12h e das 13h às 17h e o telefone para contato é o (83) 3214-3459.

A chefe da Divisão de Controle de Zoonoses, Pollyana Dantas, explicou que está com equipe suficiente para atender a população em todos os postos e pessoas que tiverem necessidades especiais ou doenças com comorbidades, que não poderem se dirigir a algum dos locais de vacinação, podem receber o atendimento em casa, basta ligar para as unidades de saúde, que enviarão uma equipe itinerante.

“Pode até ser instituição, protetores independentes, que tenham muito animais, a gente disponibiliza vacinadores para que vão até o endereço. A gente tem tido uma grande cobertura vacinal, com as pessoas procurando a unidade fixa aqui no Centro de Zoonoses e os pontos itinerantes – eventos que a gente realiza ao longo do ano em parques públicos, praças e em parcerias com universidades, pet shoppings. Isso é fundamental para os animais se mantenham imunizados”, explicou.

Atualmente, existe uma população estimada de mais de 97 mil cães e cerca de 9.700 gatos em João Pessoa. De acordo com o Ministério da Saúde, a meta para esta campanha é vacinar 70% desses animais. Para a imunização, é necessário que o tutor leve o cartão de vacinação do bicho. Mas aqueles que não tiverem o cartão também receberão o comprovante de vacinação.

Caso seja a primeira vez em o que o animal será vacinado, o responsável deve ficar em alerta para a segunda dose, que deve ser realizada após 30 dias. Animais com menos de três meses não devem ser vacinados. Além disso, se o animal estiver debilitado ou a fêmea estiver gestante também não deverá receber a vacina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

1 × um =