Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

Um caminhoneiro acusado de estuprar e mata uma adolescente na Paraíba, foi condenado a 30 anos de prisão em regime fechado. A decisão foi da juíza da 1ª Vara Mista de Mamanguape, Brunna Melgaço Alves, que julgou o caso nesta quarta-feira (1º), no Fórum Desembargador Miguel Levino O. Ramos, em Mamanguape.

O crime aconteceu em agosto de 2019, no município. A adolescente Karolina Oliveira Gomes desapareceu após ter saído de casa, em Goianinha, no Rio Grande do Norte, para imprimir um trabalho no dia 5 de agosto de 2019. Dois dias depois, o corpo foi encontrado em um canavial, com marcas de facadas.

Durante as investigações, a Polícia Civil conseguiu imagens de câmeras de segurança que mostraram um caminhão branco e um homem pelo local, que foi identificado como sendo o caminhoneiro.

Durante a perícia do veículo, fios de cabelo da adolescente foram encontrados. Um laudo do instituto de perícia da Paraíba comprovou que a jovem foi estuprada, uma vez que o material genético encontrado no corpo dela era compatível com o do suspeito.

Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

17 + sete =