O presidente da Caixa Econômica Federal (CEF), Pedro Guimarães, lançou o novo programa de “microfinanças” que visa pagar de R$ 500 a R$ 2 mil para mais de 10 milhões de brasileiros. A taxa do serviço vai variar entre 1,5% e 2,5% ao mês, o que faz o banco confiar que as taxas baixas vão atrair várias pessoas.

“São taxas muito menores de juros e que vão permitir que mais de 10 milhões de brasileiros tenham acesso ao crédito de maneira segura, rápida, sem precisar ir à agência. Isso reforça a bancarização e reforça o acesso dessa população mais carente ao setor financeiro”, disse Pedro ao programa voz do Brasil, o presidente do banco.

Além disso, o presidente confirmou que outros programas já estão em andamento, como, por exemplo, o Programa Casa Verde e Amarela, que também passará pela transição para poder ser operado por meio do aplicativo Caixa Tem.

“Todos os contratos desse programa serão, a partir do ano que vem, via aplicativo”, disse. Hoje, segundo estimativas da instituição, 4,5 milhões de brasileiros possuem algum tipo de contrato de habitação. “Vamos migrar esses e novos contratos serão feitos pelo aplicativo”, revelou.

Aumento de crédito

Segundo Guimarães, o PIX será utilizado para reforçar a segurança nas transações por meio da liberação de crédito em massa pelo banco digital. O executivo informou que o banco cadastrou 18,5 milhões de chaves Pix, 47% destas pessoas usaram o aplicativo Caixa Tem, mostrando assim o avanço da digitalização bancária no Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

3 × um =