O Ministério das Relações Exteriores informou nessa quinta-feira (29), que uma brasileira de 44 anos residente na França, foi uma das três vítimas do atentado a faca realizado por um homem em uma igreja na cidade francesa de Nice.

A mulher e mais duas pessoas foram mortas por um tunisiano que invadiu a Basílica de Notre Dame gritando “Allahu Akbar” (Deus é maior), em um ataque que o governo francês considera como ato de terrorismo. O ataque ocorreu perto das 09h (horário local).

De acordo com o Itamaraty, a mulher deixa três filhos.

“O Brasil expressa seu firme repúdio a toda e qualquer forma de terrorismo, independentemente de sua motivação, e reafirma seu compromisso de trabalhar no combate e erradicação desse flagelo, assim como em favor da liberdade de expressão e da liberdade religiosa em todo o mundo”, disse o Itamaraty em nota.

“Neste momento, o governo brasileiro manifesta em especial sua solidariedade aos cristãos e pessoas de outras confissões que sofrem perseguição e violência em razão de sua crença. O Itamaraty, por meio do Consulado-Geral em Paris, presta assistência consular à família da cidadã brasileira vítima do ataque terrorista.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

cinco + 12 =