SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) — O Brasil registrou 451 mortes por Covid e 14.696 casos da doença, nesta quinta-feira (7). Com isso, o país chegou a 599.865 óbitos e a 21.532.210 pessoas infectadas pelo Sars-CoV-2 desde o início da pandemia.
A média móvel de mortes chegou a 438 óbitos por dia, queda de 22% em relação ao dado de duas semanas atrás, menor valor desde 13 de novembro.

Já a média de casos é de 15.205 infecções por dia, redução de 53% também em comparação à situação de duas semanas atrás. Vale ressaltar porém que há duas semanas os casos de Covid estavam numericamente elevados devido à atualização do sistema do Ministério da Saúde, que levou ao registro de milhares de infecções de meses anteriores que estavam represadas.

Os dados do país, coletados até 20h, são fruto de colaboração entre Folha de S.Paulo, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são recolhidas pelo consórcio de veículos de imprensa diariamente com as Secretarias de Saúde estaduais.

Os dados da vacinação contra a Covid-19, também coletados pelo consórcio, foram atualizados em 25 estados e no Distrito Federal.

O Brasil registrou 1.068.286 doses de vacinas contra Covid-19, nesta quinta. De acordo com dados das secretarias estaduais de Saúde, foram 210.863 primeiras doses e 669.096 segundas. Também foram registradas 5.672 doses únicas e 182.655 doses de reforço.

Os dados de vacinação em Minas Gerais, nesta quinta, foram negativos, após, na quarta, terem sido acima do costumeiro.

Ao todo, 148.856.842 pessoas receberam pelo menos a primeira dose de uma vacina contra a Covid no Brasil – 92.974.188 delas já receberam a segunda dose do imunizante.

Somadas as doses únicas da vacina da Janssen contra a Covid, já são 97.212.008 pessoas com esquema vacinal completo no país.

Com isso, 94,45% da população com mais de 18 anos já recebeu ao menos uma dose (nesse caso, a 1ª dose de alguma vacina ou o imunizante de dose única) e 59,97% (também com mais de 18 anos) recebeu as duas doses recebidas ou a dose única da Janssen.

Mesmo quem completou o esquema vacinal com as duas doses deve manter cuidados básicos, como uso de máscara e distanciamento social, afirmam especialistas.

A iniciativa do consórcio de veículos de imprensa ocorreu em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (sem partido), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes. Além disso, o governo divulgou dados conflitantes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

3 × 4 =