O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse, nesta terça-feira (5/1), que o Brasil está quebrado e ele não consegue fazer nada. O mandatário citou uma mudança estudada na tabela do imposto de renda, sem fornecer detalhes, e responsabilizou a mídia por, segundo ele, “potencializar” a gravidade da Covid-19.

“O Brasil está quebrado, chefe. Eu não consigo fazer nada. Eu queria mexer na tabela de imposto de renda. Tem esse vírus potencializado por essa mídia que nós temos aí. Essa mídia sem caráter que nós temos. É um trabalho incessante de tentar desgastar para retirar a gente daqui para voltar alguém para atender os interesses escusos da mídia”, disse ele a um apoiador.

Bolsonaro conversou com apoiadores no Palácio da Alvorada, antes de se dirigir ao expediente no Palácio do Planalto. O vídeo foi compartilhado por um canal bolsonarista.

Uma apoiadora pediu um abraço, ao que ele perguntou: “Não tem medo do vírus, não?”. E ouviu como resposta que “A gente não tem medo da pandemia”.

Agenda

Nesta terça, Bolsonaro tem o primeiro dia de agendas públicas de 2021, depois de uma semana de férias no litoral paulista, onde passou o Ano-Novo e provocou aglomerações. Ele regressou a Brasília no fim da tarde de ontem (4/1).

O chefe do Executivo tem reuniões com os ministros das Comunicações, Fábio Faria; da Defesa, Fernando Azevedo e Silva; da Casa Civil, Braga Netto; e o interino da Secretaria-Geral da Presidência, Pedro Cesar Nunes Ferreira Marques de Sousa. À tarde, se reúne com Pedro Guimarães, presidente da Caixa.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

16 + treze =