O Botafogo-PB enfrentou, na noite desta terça-feira (22), o Atlético-BA pelo segundo jogo da Pré-Copa do Nordeste de 2021, na última peleja de um time paraibano em 2020. Depois de empatar por 1 a 1 fora de casa, o Belo passou fácil por 3 a 0, se garantiu na fase de grupos do Nordestão do ano que vem e vai embolsar uma cota superior a R$ 1 milhão pela participação no torneio regional.

Quem criou perigo no início do jogo foi o time baiano. Aos 7 minutos, a defesa botafoguense saiu mal, a bola sobrou para Robert, que tocou na saída de Felipe, mas a bola foi ao lado esquerdo da meta.

Mas quem marcou primeiro foi o Belo. Aos 13 minutos, após cobrança de escanteio de Marcos Aurélio da direita. Marcelo Xavier testou firme para estufar a rede e abrir o placar no Almeidão.

Aos 24 minutos o Botafogo-PB teve chance clara de fazer o segundo. Erivélton cruzou da direita e Ramon, livre na marca do pênalti, bateu mal de primeira e mandou a bola a direita do gol de Fábio Lima.

Na sua especialidade, Marcos Aurélio quase faz um golaço. Em cobrança de falta do meio da rua, aos 34 minutos, o camisa 10 soltou a bomba e obrigou o arqueiro do Atlético-BA a fazer grande defesa na bola que iria no seu ângulo direito, e mandou para escanteio.

Na cobrança do córner, Marcos Aurélio mandou na cabeça de Juninho, e Edson Lima fez nova ótima defesa para evitar o segundo botafoguense.

De tanto tentar, o Botafogo-PB chegou ao segundo. Aos 39 minutos, Marcos Aurélio cobrou falta da esquerda, houve um desvio no meio da área no braço de Rodrigo, o que deveria ser marcado falta. O árbitro não viu e a bola sobrou livre para Vitinho na pequena área. O meio campista furou o primeiro chute, mas no segundo ele chutou firme, alto, para marcar o segundo gol do Belo no jogo e aumentar a vantagem.

Segundo tempo

Assim como no início da partida, o Atlético-BA começou assustando. Aos 3 minutos, Jeam passou por Marcelo Xavier e bateu colocado de direita, no canto esquerdo de Felipe, que fez boa defesa e mandou a bola para escanteio.

Dois minutos mais tarde, Naian recebeu no meio da área, girou e bateu firme de canhota, por cima do gol botafoguense, com muito perigo.

E também como no primeiro tempo, quem marcou foi o Botafogo-PB. Aos 12 minutos, Ramon roubou a bola de Railon na intermediária e ficou cara a cara com o goleiro Fábio Lima. O camisa 19 tocou no canto esquerdo, deslocando o goleiro, para marcar o terceiro.

No minuto seguinte o Belo até fez outro com Vitinho, mas o auxiliar Nailton Júnior de Sousa Oliveira viu impedimento do jogador pessoense e anulou o tento.

Mesmo em grande desvantagem, o time visitante ainda brigava. Aos 24, após jogada pela esquerda, Felipe Araújo soltou a bomba de canhota e Felipe mais uma vez brilhou para manter a meta paraibana zerada nesta terça.

E por muito pouco não saiu o quarto do Belo. Aos 33, Marcos Aurélio deu passe espetacular para David Batista, que saiu na cara do goleiro, mas acabou tocando com o pé de apoio na bola, que saiu de seu domínio, e na hora de finalizar acabou toando a esquerda do poste baiano.

O Atlético-BA não desistia de buscar uma reação, e já no fim, aos 41, Dionísio cobrou falta da entrada da área e Felipe ainda resvalou nela antes da bola explodir no travessão e ir para escanteio.

Com a vitória por 3 a 0, o Belo fez 4 a 1 no agregado dos dois jogos e vai representar a Paraíba na fase de grupos da Copa do Nordeste de 2021 junto com o Treze. Com informações do Voz da Torcida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

onze + nove =