O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) recriou o Ministério da Trabalho e Previdência e oficializou a nomeação de Onyx Lorenzoni para o cargo de ministro da pasta. Ciro Nogueira (PP-PI) também foi oficializado no cargo de ministro-chefe da Casa Civil. As nomeações constam no Diário Oficial da União (DOU), desta quarta-feira (28).

Entre as mudanças ministeriais consta também a nomeação do general Luiz Eduardo Ramos no cargo de ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República. Antes, o general Ramos esteve à frente da Casa Civil.

Negociação com o Centrão
Ciro Nogueira é um pedido do Centrão, grupo que tem maioria no Congresso e faz parte da base de sustentação do presidente Bolsonaro, que tem como seu maior aliado o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP). A aproximação com o Centrão se dá “pela governabilidade”, segundo o presidente.

Possível filiação ao PP
Ao confirmar Ciro Nogueira na Casa Civil, Bolsonaro afirmou que o Partido Progressistas, que pertence ao Centrão e é presidido nacionalmente por Ciro, passa a ser uma possibilidade de filiação para uma provável disputa das eleições em 2022.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

3 × 4 =