Em portaria publicada nesta terça-feira (1), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) nomeou o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello para um cargo no Palácio do Planalto.

O general da ativa será Secretário de Estudos Estratégicos da Secretaria Especial de Assuntos Estratégicos da Presidência da República.

Pazuello, que deve ser reconvocado pela CPI da Pandemia, responde a um procedimento disciplinar no Exército por ter participado de um protesto em apoio ao presidente sem ter solicitado autorização prévia.

O cargo é responsável por planejar e formular políticas e estratégias nacionais de longo prazo. Além disso, precisará propor estratégias para a formulação de políticas nas áreas de segurança, defesa nacional, política externa, entre outras. Outra missão: promover o debate com os entes federativos e a sociedade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

15 − doze =