Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

Apesar de não ter nomes para concorrer ao cargo de governador em todos os estados brasileiros, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) garantiu que o partido, ao qual se filiará no próximo dia 30, o Partido Liberal (PL), não fará coligação com siglas ligadas à esquerda. A informação foi dada em entrevista, na manhã desta quinta-feira (25), à Rádio Sociedade da Bahia.

“Nós não temos nomes para todo o Brasil, mas buscaremos a melhor maneira possível de fazer algumas coligações de nomes que interessem ao respectivo estado”, disse Bolsonaro, conforme acompanhado pelo ClickPB. Questionado sobre a ligação do PL com partidos de esquerda nos  estados atualmente, respondeu: “Não haverá qualquer coligação com partido de esquerda nos estados. Isso está definitivamente acertado entre eu e Valdemar”.

Entre os nomes que pode concorrer ao governo de São Paulo está o do ministro do Estado da Infraestrutura Tarcísio Freitas. “Foi discutido sim com Valdemar Costa Neto com o próprio Tarcísio, essa é uma possibilidade”, disse, destacando ainda não ter nomes para outros estados.

Bolsonaro ainda comentou sobre sua filiação no dia 30 de novembro e minimizou o adiamento da filiação no dia 22 deste mês. “Faltavam alguns acertos, em especial São Paulo e alguns estados do Nordeste. Conversei há três dias com Valdemar do PL, acertamos os ponteiros e estamos bem afinados para essa filiação e conversarmos a falar sobre política”, garantiu.

Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

cinco − dois =