O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) confirmou, no início da noite desta segunda-feira (15), o nome do médico paraibano Marcelo Queiroga para substituir o ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello.

Além de Pazuello, já ocuparam o posto os médicos Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich. No final de semana, houve aproximação do governo com a médica Ludhmila Hajjar, que recusou assumir a pasta.

Marcelo Queiroga é o atual presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC). O cardiologista é formado pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Fez Residência Médica no Hospital Adventista Silvestre, no Rio de Janeiro. Também fez treinamento em Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista, na Beneficência Portuguesa de São Paulo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

1 × cinco =