O que o presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) conseguirá com o envio do pedido de impeachment do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes será explodir mais pontes. Por um lado, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG) já sinalizou que não deve determinar a abertura da ação.

Por outro, de acordo com o Painel, da Folha, neste sábado (21), o senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), que é presidente da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça), onde ocorre a sabatina de André Mendonça, o indicado “terrivelmente evangélico” de Bolsonaro para uma vaga no STF, também deu indícios que vai engavetar o caso de vez.

Alcolumbre classificou a pessoas próximas o pedido de impeachment feito pelo presidente com um gesto “sem precedentes na história e ataque gravíssimo às instituições”.

Por conta do imbróglio, o nome de André Mendonça foi parar entre os assuntos mais comentados do Twitter.

Publicidade

Para o jornalista Eumano Silva, o fato é mais um “exemplo de esvaziamento político de Bolsonaro: Alcolumbre travou a indicação de André Mendonça para o STF. Presidente da CCJ, o senador foi aliado importante nos dois primeiros anos de governo do capitão”.

Já para o deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP), “com o protocolo do pedido de impeachment do Ministro Alexandre de Moraes, fica claro que o candidato do Bolsonaro a ministro do STF não é o André Mendonça”.

O também deputado federal Orlando Silva (PCdoB-SP), considera que “Bolsonaro é tão irresponsável que, para jogar na lenha na fogueira dos atos fascistas, deixou André Mendonça na chuva. Após o tresloucado pedido de impeachment do ministro Alexandre Moraes, a CCJ não irá mais pautar a sabatina do ‘terrivelmente evangélico’ para o Supremo”.

Mais otimista, o jornalista George Marques acha que “há males que vem para o bem: caso se confirme o bastidor que ronda Brasília, ontem Bolsonaro enterrou de vez a possibilidade de aprovar o nome de André Mendonça ao STF, após apresentar e assinar pedido impeachment contra Alexandre de Moraes. Aras está a alguns passos do Supremo”.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

5 × dois =