Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) — O presidente Jair Bolsonaro (PL) assinou na quarta-feira (1º) um decreto que cria nova graduação na Força Aérea Brasileira, a de segundo sargento do Quadro Especial de Sargentos da Aeronáutica.

Ele também reduziu de 20 para 15 anos o período necessário para que um cabo possa ser promovido.

Representantes da Aeronáutica têm brigado há cerca de 10 anos pela pauta, sob argumento de que a posição já existe no Exército e na Marinha.

O QESA tem cerca de 1.400 membros que agora poderão receber promoção e acréscimo na remuneração.

A FAB diz, em nota de seu centro de comunicação, que o impacto financeiro da medida será compensado “pela redução dos efetivos das graduações de cabo e de soldado”.

Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

seis + catorze =