O presidente Jair Bolsonaro voltou a atacar os integrantes da CPI da Covid nesta quinta-feira (8).

Um dia após o depoimento de Roberto Dias, acusado de pedir propina na negocição por vacinas, o presidente passou cerca de 50 minutos falando a apoiadores em frente ao Palácio da Alvorada, para desviar as atenções voltadas ao caso. Normalmente, ele costuma passar apenas 10 minutos no cercadinho.

Bolsonaro disse que o escândalo de corrupção atribuído ao governo não faz sentido e que há uma série de instâncias de fiscalização que impediriam que os crimes foram cometidos.

Só na cabeça de um cara que desvia do seu estado R$ 260 milhões, como o Omar Aziz desviou, é que pode falar isso aí. Só um cara que tem 17 inquéritos por corrupção e lavagem de dinheiro no Supremo, como Renan Calheiros, faz.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dezessete − oito =