O SBT deu um drible na estratégia da Globo de colocar o big fone para tocar nos intervalos do Caldeirão do Huck deste sábado (30) a fim de bater de frente com a final da Libertadores. O jogo entre Santos e Palmeiras atingiu picos de 31,1 pontos na Grande São Paulo, de acordo com dados preliminares obtidos pelo Notícias da TV.

A emissora de Silvio Santos fez graça com a concorrente durante o pré-jogo, com direito a um telefone público batizado como Arena Fone no palco do Arena SBT. Benjamin Back atendeu o aparelho para falar com Ronaldo Nazário, que forneceu uma análise sobre a partida para os espectadores.

O SBT começou a disputa na frente, com 16 pontos contra 11 da Globo. A rede paulista ampliou a vantagem aos poucos no confronto direto, que atingiu oito pontos de diferença pouco antes do apito inicial às 17h.

O marido de Angélica abriu o seu programa com uma edição inédita do Tem ou Não Tem, em que chegou a fazer a linha “gente como a gente” ao assumir o seu apreço por copos de requeijão. O Big Fone ainda não tinha tocado durante a primeira hora da final –o público do programa de auditório acompanhou a reprise do quadro Encontrando Alguém exibido originalmente em 2016.

Ao final do primeiro tempo, o SBT marcou 23,6 pontos ante 10,3 da Globo e 3,4 da Record. O big fone só tocou às 17h52, quando João Luiz mandou Acrebiano Araújo, Rodolffo Matthaus e Sarah Andrade no paredão –o aparelho voltou a chamar às 18h24 e finalmente às 18h45 para ratificar a sister como emparedada.

A média de jogo, entre às 17h e às 19h04, consagrou o SBT a frente com 24,7 pontos contra 11,2 da Globo, 3,5 da Record e 2,4 da Bandeirantes –a emissora atingiu picos de 31,1 nos minutos finais mesmo com a terceira e última chamada do big fone.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

sete + 19 =