Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

Nesta sexta-feira (22), o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que o auxílio que o governo dará aos caminhoneiros terá um custo total de R$ 3,8 bilhões em 2022. A ideia é dar uma bolsa mensal de R$ 400 para cerca de 750 mil caminhoneiros.

Ao falar sobre os valores, Guedes informou que, dentro do governo, chegaram a falar em subsídio para os combustíveis, o que ele definiu como “ideia estapafúrdia”.

– Ora, isso pode chegar a R$ 100 bilhões, R$ 150 bilhões. Você imagina? O petróleo subindo, o dólar subindo e todo mundo vai ter subsídio para poluir agora [para usar o carro e ficar gastando R$ 100 bilhões por ano]. Não é possível – explicou.

As declarações foram dadas pelo ministro durante uma entrevista ao lado do presidente Jair Bolsonaro. Aos presentes, o ministro também falou sobre as críticas que recebeu nos últimos dias.

– Vim [para o governo] acreditando no presidente, Congresso e mídia. Militantes dirão que sou bolsonarista raiz porque estou ajudando presidente eleito. Acho que o presidente me apoia e quer fazer as reformas. Parece que agora fui promovido para fura teto, para ala política. Não acredito nisso – ressaltou.

Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

16 + 18 =