Em meio as especulações de rompimento político em Campina Grande, o governador da Paraíba, João Azevêdo (Cidadania) comentou sobre o abandono da secretária de Estado da Articulação e Desenvolvimento Municipal, Ana Cláudia Vital (Podemos), que deixou o evento no qual participava ao lado do governador, nesta sexta-feira (08). João disse esperar que abandono da secretária não seja motivo para justificar outras atitudes.

“Com relação a saída da secretária Ana Cláudia da reunião eu nem percebi, eu nem fui avisado. Entretanto, é preocupante, por que eu acho que justificar uma ação como essa, quem pode justificar é ela própria. Os motivos que levaram ela a sair, eu confesso que não sei.” afirmou o governador.

De acordo com informações, Ana Claudia não foi chamada para compor à mesa, da qual faziam parte o presidente da Assembleia Legislativa, Adriano Galdino, e outros parlamentares, além de secretários estaduais.

Quando questionado sobre as declarações do senador Veneziano Vital do Rêgo (MDB), que afirmou que o escanteamento de Ana Claudia Vital no evento, seria uma agressão a sua família, João disse que ficou surpreso com as alegações e afirmou que teria convidado o senador para a solenidade.

“Repercutir isso e talvez o senador que não está aqui por que segundo me informou, quando eu o convidei para estar aqui, disse que iria para uma agenda em Imperatriz no Maranhão. Então eu tive a consideração sim, de falar com o senador para que ele tivesse aqui. Ele que preferiu ir para Imperatriz, isso não é um problema meu e eu entendo a agenda dele, agora não vejo motivo nenhum, aliás tenho outros secretários que estão sentados aqui e se um secretário tá sentado aqui no auditório e não coube na mesa, foi por conta do tamanho da mesa” finalizou o governador.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

vinte − 8 =