Um ato ecumênico pela saúde de Bruno Covas, prefeito licenciado de São Paulo, foi realizado na noite deste sábado (15) em frente ao Hospital Sírio-Libanês, no centro da capital paulista. Representantes de diversas religiões participaram do ato, que durou 30 minutos e terminou com a oração Pai Nosso (assista acima).

Covas está internado desde o dia 2 de maio para tratamento do câncer no sistema digestivo com metástase nos ossos e no fígado. Segundo o boletim médico divulgado na sexta (14), o quadro é irreversível.

Com o afastamento de Covas do cargo, o vice-prefeito, Ricardo Nunes (MDB), assumiu a Prefeitura de São Paulo no último dia 4, por 30 dias.

Na segunda-feira (10), Covas havia iniciado uma nova etapa de tratamento, com a combinação de imunoterapia e terapia-alvo. A imunoterapia é feita com medicamento que reforça o sistema imunológico do paciente, para que ele próprio combata o câncer. Já a terapia-alvo, um tratamento mais recente, é feita com outro tipo de medicamento, que identifica uma proteína que existe em células cancerígenas e ataca essas células.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

quatro + 2 =