Seis pessoas foram mortas por um atirador durante uma festa de aniversário no Colorado, Estados Unidos, neste domingo (09). Após o atentado, o atirador cometeu suicídio, informou a polícia de Colorado Springs.

A polícia foi chamada para uma emergência em um estacionamento de trailers, onde haviam seis adultos mortos a tiros e um homem gravemente ferido. Ele foi levado ao hospital, mas também não resistiu.

De acordo com investigações, as famílias estavam reunidas para uma festa de aniversário dentro de um dos trailers, quando ocorreu o tiroteio. Em nota, a polícia informou que o suspeito, namorado de uma das vítimas, dirigiu até a residência, entrou e começou a atirar nas pessoas na festa antes de tirar a própria vida. O motivo ainda está sendo investigado.

Nenhuma das crianças que estavam na festa de aniversário ficou ferida no ataque, segundo a polícia. As autoridades não divulgaram as identidades das vítimas.

O chefe de polícia de Colorado Springs, Vince Niski, informou que os policiais que atenderam ao chamado ficaram “incrivelmente chocados”. “Isso é algo que você espera que nunca aconteça em sua própria comunidade.”, disse.

O prefeito de Colorado Springs, John Suthers, disse que esse “ato de violência sem sentido” chocou a comunidade e pediu orações pelas vítimas, suas famílias e os primeiros socorristas. Nas redes sociais, o governador do estado, Jared Polis, afirmou que foi um ato “devastador”.

De acordo com a France Press, este foi o terceiro tiroteio em massa em Colorado Springs desde outubro de 2015, incluindo um massacre durante o Halloween e um ataque a uma clínica de planejamento familiar, com informações da mídia local.

Comuns nos Estados Unidos, uma série de tiroteios em massa foram registrados nas últimas semanas, um deles em uma unidade da FedEx, em Indianápolis, outro em escritórios na Califórnia, um terceiro em um supermercado em Boulder, Colorado e outro em casas de massagem em Atlanta.

O presidente Joe Biden chamou a violência armada de uma “epidemia” e um “constrangimento internacional” para o seu país. Apenas em 2020, foram mais de 43 mil mortes por armas de fogo nos Estados Unidos, de acordo com o Gun Violence Archive.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dezesseis − oito =