A Polícia Civil do Rio de Janeiro está investigando o assassinato do cineasta Cadu Barcellos, que trabalhada na produção do Portas dos Fundos. Ele foi morto a facadas na madrugada desta quarta-feira (11), no Centro do Rio. de Janeiro.

Cadu foi abordado e esfaqueado por um homem, por volta das 3h30, na esquina da Avenida Presidente Vargas com a Rua Uruguaiana, perto de uma saída do metrô, momento após descer de um carro de aplicativo em que estava de carona.

A polícia colheu informações com testemunhas e informou que o cineasta chegou a ser visto gritando por socorro depois que foi atacado pelo desconhecido. A vítima teria caído a alguns metros do local do crimes e não resistiu a gravidade dos ferimentos. William Oliveira, amigo do cineasta, revelou que “Cadu teria sido morto por causa de um celular, um Riocard e um punhado de reais”.

Cadu Barcellos trabalhava atualmente como assistente de direção no Porta dos Fundos, especificamente no programa Greg News. Barcellos também atuou como codiretor do longa Cinco vezes favela – Agora por nós mesmos. Ele deixou a esposa e um filho de 2 anos.

Os peritos fizeram os primeiros levantamentos e o caso está com a Delegacia de Homicídios.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

um × 2 =